Tik Tok: curiosidades sobre o queridinho do momento entre os jovens

Diretamente da China, rede social figura entre os apps mais baixados
(Crédito: Divulgação)

Por Vivyan Linhares

As novidades na internet surgem praticamente a cada tick-tock do relógio. E a onda do momento é o TikTok, aplicativo de origem chinesa que possibilita compartilhamento de vídeos curtos. Com quase 750 milhões de downloads em 2019, grande parte de seus conteúdos são de humor, desafios e as famosas dublagens, parecidas com um lip sync. A plataforma conta com muitos efeitos, músicas e filtros, o que tem ganhado o carinho do público e das celebs .

O aplicativo é um update do antigo Musical.ly, que em 2018 foi comprado pela startup Bytedance, em um acordo de US$ 1 bilhão. Hoje, o aplicativo de vídeos é um dos maiores na China, e está ganhando cada vez mais usuários no ocidente. De acordo com dados da SensorTower, a rede social conta com mais de 500 milhões de usuários.

Grande parte do sucesso do TikTok se deu após a fusão com o Musical.ly, pois as contas foram migradas para o novo app, o que ofereceu aos TikTokers a opção de divulgar os vídeos em outras redes sociais. Além de estimular a criatividade, possibilitando que qualquer internauta se torne um criador de conteúdo, o aplicativo atrai muitos jovens por ser uma plataforma ainda não descoberta por seus familiares.

No momento, vários desafios bombam no app. Tanto que Sabrina Sato, Maísa, Agatha Moreira e Rodrigo Simas são alguns dos famosos capturados pela rede. Além de figuras públicas, a plataforma já começa a reunir suas próprias estrelas nativas. Uma delas é Bruno Carvente, do perfil @iBugou, que, até a última atualização desta matéria, tinha 2,4 milhões de seguidores. O paulistano é mestre em truques de edição de vídeo.

Polêmicas

No mês de março, o site The Intercept publicou uma matéria de denúncia na qual acusa os moderadores da rede a esconderam pessoas “feias e pobres” da seção Para Você, primeira tela que os usuários veem quando acessam o TikTok. A empresa se defendeu alegando que as diretrizes eram uma tentativa do aplicativo para prevenir o bullying e que elas “não são mais usadas “.

Além disso, a plataforma também enfrenta problemas com alguns desafios perigosos, que podem gerar risco à saúde. Um deles foi o Desafio do Coronavírus, onde a blogueira norte-americana Ava Louise apareceu lambendo o assento sanitário de um banheiro de avião, e outro foi o Desafio do Sal, que incentivava usuários a ingerir grandes quantidades do ingrediente.

A maior polêmica, porém, ficou a cargo do Desafio da rasteira, em que duas pessoas pediam a uma terceira para pular e, quando o jogador estava no ar, as outras a derrubavam com um pontapé. Por conta do jogo, uma jovem de 16 anos morreu após cair e bater a cabeça.